Magnésio: Mineral Essencial (que você provalmente tem deficiência!)

Hoje vamos falar sobre um dos minerais mais importantes para nossa saúde: o magnésio. Ele é essencial em todas as idades, pois mantém o corpo vigoroso, previne diversas infecções e tem inúmeras outras funções. Infelizmente, hoje a alimentação já não é tão rica em minerais como antigamente (pois o solo está mais pobre em minerais), a grande maioria das pessoas está deficiência em magnésio (especialmente os brasileiros!).

Por que precisamos de magnésio?

O magnésio cumpre papeis importantes e está presente no córtex adrenal, vasos sanguíneos, sistema cerebral e nervoso, coração, ouvido interno, hipotálamo, rins, fígado, músculos, próstata, baço, testículos e tiróide. Ele funciona em sinergia com o cálcio, e juntos promovem a qualidade e bom funcionamento dos ossos, dentes e tecidos.

Enfim, o magnésio é sem sombra de dúvida um dos minerais mais essenciais e importantes para o organismo como um todo.

Benefícios do magnésio

Magnésio: Mineral Essencial (que você provalmente tem deficiência!)
  • Ajuda a eliminar o ácido que se acumula nos rins, promovendo o funcionamento e a saúde renal.
  • Estimula as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos, contribuindo, desta forma, a manter um equilíbrio mental.
  • É ideal para os esportistas ou pessoas com alto rendimento físico, já que ajuda a prevenir e combater as lesões musculares, cãibras, fadiga e/ou cansaço muscular.
  • Estimula o bom funcionamento do sistema cardiovascular, prevenindo as doenças do coração.
  • Ajuda a diminuir os níveis do colesterol ruim, estimulando a boa circulação do sangue e prevenindo doenças.
  • É um poderoso remédio anti-estresse, que também ajuda a combater a depressão, os enjoos e a fadiga.
  • É muito importante na regulação da temperatura do corpo.
  • Previne problemas como as hemorroidas, melhora a saúde intestinal e ajuda em casos como a colite, prisão de ventre, entre outros.
  • Previne os problemas da próstata e ajuda a combatê-los.
  • Fortalece o sistema imunológico, ajudando a prevenir e a combater os resfriados, mucosidades e infecções.
  • Previne o envelhecimento precoce, já que oferece vitalidade ao corpo e promove a regeneração celular.
  • É um elemento chave na prevenção da osteoporose, pois atua como um fixador de cálcio nos ossos.
  • Previne a formação de cálculos renais, impedindo que o oxalato de cálcio se acumule neles.
  • Promove a saúde da mulher, já que diminui os sintomas da TPM e estimula a regulação hormonal.
  • Combate os radicais livres, evitando a formação de tumores e verrugas.
  • Promove a limpeza das artérias, prevenindo ao mesmo tempo a arterosclerose.

Sinais de Deficiência de Magnésio

Alguns sinais podem ser pela falta de magnésio no organismo:

Insônia, obesidade, enxaqueca, TPM , instabilidade emocional, depressão, nervosismo, ansiedade, pedras nos rins, insuficiência cardíaca, fadiga crônica, diabetes, cãibras musculares, osteoporose, artrite, artrose, problemas de memória, sensibilidade ao ruído e envelhecimento acelerado.

Magnésio: Mineral Essencial (que você provalmente tem deficiência!)

Tipos de Magnésio

Cloreto de Magnésio

O Cloreto de Magnésio (PA) é composto pelo magnésio associado ao cloro. Geralmente é diluído em água, por apresentar uma alta solubilidade, sendo administrado em pequenas doses durante o dia. O consumo de cloreto de magnésio pode “soltar” o intestino, podendo ser uma desvantagem para pessoas que tenham o intestino com funcionalidade normal, mas vantajoso para indivíduos que tenham o intestino preso.

Magnésio Dimalato

O Magnésio Dimalato é formado pela sua associação ao ácido málico. É o composto de magnésio mais recomendado para o tratamento da fadiga e da dor muscular, já que tanto o magnésio quanto o ácido málico contribuem para a produção de energia.

O Magnésio Dimalato não afeta tanto as funções do intestino, podendo ser uma vantagem para as pessoas que apresentam o intestino com funcionamento regular.

Magnésio Quelato

O Magnésio Quelato é formado pela ligação do Magnésio à um aminoácido, geralmente à glicina (bisglicinato). Essa forma de magnésio favorece sua absorção pelo organismo. É uma opção segura para corrigir a deficiência de magnésio em longo prazo e tem menor capacidade de interferir no funcionamento do intestino

Magnésio Treonato

O Magnésio Treonato vem da associação do magnésio ao aminoácido treonina. Esse tipo de magnésio age, preferencialmente, no sistema nervoso central, equilibrando a conexão cerebral e a saúde dos neurônios, o que estimula a função cognitiva. É indicado pra pessoas com déficit de memória e dificuldade de concentração. Ajuda também na melhora da qualidade do sono e atua na prevenção de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

Aspartato de Magnésio

É uma forma de magnésio que está ligado ao ácido aspártico, que é um aminoácido comum em alimentos ricos em proteínas. Ele facilita a absorção do magnésio. O Aspartato de magnésio é comumente utilizado para tratar baixos níveis de magnésio no sangue e atua para um melhor desempenho do músculo cardíaco, além de melhorar a performance física.

Magnésio Citrato

O Citrato de Magnésio é importante na produção e transporte de energia, na contração e relaxamento dos músculos, na condução do estímulo nervoso, na síntese de proteínas e, em muitas reações metabólicas, nelas atuando como cofator enzimático. É, também, um dilatador dos vasos sanguíneos e contra intestino preso ou prisão de ventre. É importante para a regulação do balanço de cálcio através dos seus efeitos sobre a glândula paratiroideia.

Magnésio: Mineral Essencial (que você provalmente tem deficiência!)

Suplementação de Magnésio

Pesquisas apontam que mais de 80% da população é deficiente em magnésio. Essa situação é ainda mais séria no Brasil, uma vez que aqui não possuimos terreno vulcânico que seria a principal fonte deste mineral no solo e, consequentemente, nos alimentos.

É recomendada a ingestão de 320 a 420 mg de magnésio diariamente, o que é bastante difícil de ser alcançado com a dieta pelos motivos citados acima.

Por isso, a suplementação com magnésio é bastante utilizada no Brasil e no mundo, e muitas pessoas relatam benefícios bem pronunciados já nos primeiros usos. Os suplementos são de vários tipos mas bastante semelhantes. Normalmente se encontram na forma de magnésio quelato e magnésio dimalato. Existe também o cloreto de magnésio, que é uma opção mais barata, e cuja absorção pelo organismo é menos eficiente. Pelo papel sinérgico com o cálcio, muitas vezes os suplementos contêm os dois minerais combinados.

MelysVida.com – Viva Mais Saudável